terça-feira, 24 de janeiro de 2012


 
Dizem que o “pra sempre” sempre acaba, e o “perfeito” não existe. Então, que dure o tempo que for necessário para se tornar inesquecível

Nenhum comentário:

Postar um comentário